sábado, 4 de agosto de 2012

46º ANIVERSÁRIO

Faltam 6 minutos para a meia-noite. Estou agora a começar a escrever este texto, que vai apanhar os últimos minutos do dia 4 e os primeiros do dia 5 de Agosto. O dia do meu aniversário.

Acabei de fazer uma meditação há pouco, entretanto já é meia noite e estou a ouvir foguetes...mais uma coisa estranha e curiosa. É a primeira vez que ouço foguetes à meia noite do meu dia de anos. Desde que acabei a meditação que ainda não pararam de acontecer coisas absolutamente curiosas e inesperadas.

Mesmo agora a minha prima Sara, a mais nova dos primos que está de férias nos EUA em casa do João, que é meu afilhado e padrinho dela- e por isso costumo dizer que ela é minha afilhada neta- pediu-me para ligar o Skype. Só que este computador não tem câmara nem microfone e por isso só eu é que os ouvia. Eles falavam e eu respondia no Facebook. O João ironizava a dizer que era tecnologia muito avançada com Skype e FB em simultâneo. Cantaram-me os parabéns e eu de cá só chorava. A seguir publicaram no FB a foto de um bolo que o João fez, com velas e tudo, para comemeorar o meu aniversário. A Sara chamava a atenção que ele o fez sozinho, e o decorou e tudo. E quando vi as velas no meio de um coração, ainda chorei mais. E quanto mais eu choro mais eles se riem. Porque sabem que eu reajo sempre assim.



Entretanto dispersei-me e vou ter que meditar outra vez para escrever o que é para escrever.

Retomo agora de manhã. Quando interrompi o texto, fui meditar cheia de alegria, porque do que mais gosto na vida é da conexão que se estabelece nesse estado, e a informação que obtive foi mais uma vez emocionante, mas já era de madrugada e senti que não era para escrever nesse momento mas para esperar pela meditação que teria de fazer logo que acordasse. Assim fiz. Acabei mesmo agora.

Mal acordei senti novamente uma enorme alegria por poder continuar a meditação anterior. Aliás, o que mais me alegra neste início de férias é o tempo que vou ter para meditar.

Mais uma vez fui levada por Jesus para uma frequência de vibração em que a energia é azul. Parecia uma água de luz azul. Difícil de descrever, mais parecia que estava a assistir a um espectáculo surreal. E era. Senti a vibração de Aquário. Tão forte que o meu corpo era percorrido por uma espécie de corrente eléctrica, que me dava a sensação de que tudo estava a abanar. Já há 3 dias acedi a esta energia. E por três vezes abri os olhos, para confirmar que não estava tudo a cair dos móveis, porque me dava a a sensação de um tremor de terra, embora eu estivesse completamente em paz.

Em paz e em êxtase. E um êxtase tão grande que tive a sensação que o coração podia não aguentar. Tal como já uma vez senti que o coração podia não aguentar de dor. Tive a sensação de estar a conhecer os limites da emoção. Até onde o coração humano pode ir. Quando sinto a energia de Jesus com esta intensidade sinto também que o Mundo pode acabar, posso morrer, porque nada mais importa...Até porque já estou no Céu. E hoje acredito sinceramente que não há melhor sensação na vida, do que estarmos na Terra e sentirmo-nos no Céu.

"Este é o teu propósito: viveres assim na Terra. Levares esta frequência para onde vives. Viveres lá em baixo com esta energia.

Por isso nasceste onde nasceste, e viveste sempre a dez centímetros do chão. Para puxares a vibração. Sempre que te sentiste deslocada, desenquadrada, dispersa e distraída, no mundo da Lua, foi porque vivias a dez centímetros do chão. Sentiste-te tão criticada e julgada por isso que sempre tentaste ser como os outros. Até que ir para a Lua se tornou uma fuga a tanta dor. À dor de não poderes ser como és. Sempre tentaste enraizar. E criaste âncoras. Que tiveste que arrancar. E neste momento estás a ser confrontada com um dos teus maiores apêgos, uma das tuas maiores âncoras. Tens que arrancar o resto do apêgo maternal e o resto do apêgo da terra. Por isso foste levada à exaustão, para te poderes fragilizar ao limite e finalmente aceitar o que ainda não aceitaste completamente."


Na verdade, há cerca de três, percebi numa terapia que a Lena me fez, que ia ter que dar este passo. Arrancar esta âncora. E comentei com ela que não ia conseguir. Que sabia que já tinha conseguido muita coisa mas isto não ia conseguir. E realmente se não fosse o estado de fragilização por exaustão a que cheguei na última semana, certamente não teria conseguido o que consegui. O passo está dado. A decisão tomada. Precisei de ser lavada a um limite, como quase sempre precisei, mas estou a avançar. Mais um degrau.

Hoje Jesus mostrou-me, em retrospectiva, os últimos dez anos da minha vida. O período em que começaram as grandes perdas. E como foram essas perdas que me abriram a mente e o coração. Só assim deixei a cultura em que cresci, de missas, de terços, de novenas, de quaresmas, de sacrifícios, de culpas, de pecados, de vergonhas, dos colégios de freiras e padres, em que andei, e acreditei numa pessoa que nunca teve religião, nunca foi a uma missa, não conhecia a Bíblia, mas tinha visto e ouvido Jesus. Um Jesus que se libertou da cruz há dois mil anos. Um Jesus de energia e luz. Um Jesus de amor. Foi há oito anos que acreditei na Alexandra. Porque contra tudo o que a minha cabeça dizia, ao pegar no livro dela senti a energia de Jesus. Na altura não sabia que foi isso que senti. Porque só mais tarde O vi e senti.

Na altura também não sabia que o Céu já estava a olhar para mim e a ver como eu reagia. Tudo estava previsto. Dependia de como eu reagisse.

Por isso devo tanto à Alexandra e me sinto tão grata. Se ela não tivesse feito o mais dificil, dizer num país pequeno e católico, que via e ouvia Jesus, eu talvez nunca O tivesse conhecido. Talvez eu nunca tivesse acreditado na possibilidade de O sentir. E nada disto teria acontecido na minha vida.

"Levar a energia de Luz, levar a minha energia ao coração das pessoas, é o teu dom."


Comecei a chorar convulsivamente. É o que me acontece sempre que Jesus me faz estas revelações.

"Por isso choraste tanto quando no Dom (as sessões que a Alexandra está a fazer de canalização da energia de Jesus) respondi à Liliana que viver a dez centímetros do chão era um dom. E ao mesmo tempo te disse que essa resposta era para ti. Que esse era o teu Dom. Que sempre viveste a dez centímetros do chão para puxares as pessoas para esse nível. Isso e levares-me ao coração das pessoas. Esta é também a tua arte. Há dias dizias que ainda não tinhas descoberto qual era o teu dom artístico. É este. Este é o teu dom e a tua arte."


O meu choro aumentou. Já ontem tinha chorado muito quando Jesus me tinha dado a minha "prenda de anos": um reforço de recursos nos tratamentos de Luz.

"Estás a receber esta prenda porque aceitaste abrir o teu coração. Em vez de o fechar, como sempre fizeste quando foste ferida, aceitaste abri-lo. Por isso todas estas bençãos. Porque estás cada vez mais transparente. E a transparência faz com que reflictas mais a Luz, tal como um cristal, um diamante. Por isso as máscaras de quem se aproximou de ti ocultando a identidade, caíram. E descobriste que quem te julgou por te respeitares e seres fiel a ti própria, tinha uma máscara. A energia da transparência desmascara. E descobriste mais uma vez, que vale sempre a pena seres quem tu és, independentemente da reacção e opinião dos outros."

As últimas semanas têm sido em simultâneo das mais dificeis mas também das mais gratificantes. E na sexta-feira assim que acabaram as consultas e entrei de férias, tive uma massagem oferecida pela Isabel. Quando a estava a receber senti-me no colo de Jesus, que me disse que está sempre a cuidar de mim. As lágrimas caíam, e senti-me rodeada de anjos. Logo a seguir fui surpreendida com outra situação inédita na minha vida e das mais gratificantes que me aconteceram.

E desde aí a cada momento tenho sido surpreendida. Até por FB, email e telefone as surpresas têm sido quase minuto a minuto. E à meia noite de ontem, intensificaram-se.

Neste momento sinto-me muito feliz. Muito grata. E surpreendida.

Até pela orquestra com que fui presenteada no Céu. E me fez lembrar o vídeo que o Zé Jorge me dedicou.

Uma orquestra no Céu??????? A tocar para mim??????? A aplaudir-me????????? Com a presença de Jesus?????? Por momentos, a plenitude. Aos 46 anos o momentos da maior felicidade na minha vida.


Abri os olhos, peguei no telemóvel e no ecrã estava escrito "5 de Agosto, Dom". Dom de Domingo, mas ainda assim Dom. E quando abri o computador reparei que ele estava junto ao arranjo de flores brancas que trouxe da última sessão do Dom. E abri o FB e tinha esta notificação de uma amiga sobre a Lua Azul:

"Temos assim uma Lua Cheia, começando em Aquário a 2 de Agosto e uma Lua Cheia em Peixes a 31 de agosto e uma Lua Nova, em Leão, em 17/08. Agosto irá anunciar a nossa unidade coletiva (Aquário) com a nossa criatividade individual (Leão) e a nossa conexão espiritual com o mistério de Toda a Vida (Peixes). Que talento estivemos a reter, que está prestes a explodir? Onde se afastaram dos outros ou permitiram a fuga para mantê-los separados ou sem participarem plenamente da vida?
Esta lua cheia estimula o sentimento de independência e liberdade, as novas amizades e o amor."

...

8 comentários:

Sílvia disse...

Eu hoje de manha estava a pensar como havia de te desejar os parabéns, já que não tenho FB nem nada disso, e quando vim ao teu blogue já tinhas este texto maravilhoso, então eu aproveito para te desejar aqui MUITOS PARABÉNS, apesar de já ser tarde, mas ainda é dia 5!
Quanto mais leio os teus textos mais feliz e grata me sinto por seres a MINHA terapeuta! Tal como fiquei quando soube que era contigo que ia fazer terapia "vai ter terapia com a Olinda dia tal" e eu "por acaso a Olinda não é aquela muito fofinha de cara, loira e tal" eu já a fazer filmes porque queria mesmo que fosses tu e a menina do telefone "é sim é a mais fofinha que temos" e eu ai nem acredito, não disse mas pensei, fiquei feliz da vida eu nem sequer te conhecia ainda mas gostava mesmo que fosses tu por seres a mais bonita!!! LOL isto foi só um aparte, lembrei-me disso e escrevi, que tenhas um resto de dia de aniversário muito muito feliz! És linda, maravilhosa, por fora e por dentro e eu adoro-te!
Um grande abraço :)))))
Sílvia

Pedro Quitério disse...

Faltam poucos minutos para a meia noite...
Ainda é dia 5 de Agosto.
Espero que tenhas tido e ainda estejas a ter um dia feliz.
Não li o texto ainda, tive pressa em dar-te os parabéns ainda no dia.
Estou a escrever o mais depressa que consigo,e com as duas mãos.

MUITOS PARABÉNS pelos 46.

Muitos beijinhos do teu fã.

PQ

Olinda Cristina disse...

Silvia, obrigada!!!! Já me ri com as peripécias e com a fofinha :)))Tens muita piada e eu tb gosto muito de ti:)) O meu aniversário correu muito bem, obrigada. E contente com a tua lembrança. Outro abraço enorme para ti, querida.

Olinda Cristina disse...

Pedro, que engraçado isso de estares a escrever com pressa :)))Fico muito feliz por receber os teus parabéns. E o que me deixou muito feliz tb foi que hoje à tarde recebi uma mensagem da tua Rita, directamente da India. Estou muito feliz por ela:)) obrigada por tudo, Pedro, e dizeres que és meu fã emocionou-me muito... Beijo grande.

Rodrigo disse...

Oi Olinda

Muitos parabéns atrasados.... :)

Continuação de uma grande e fantástica caminhada :)

Bjs Rodrigo

Olinda Cristina disse...

Obrigada Rodrigo! Desejo-te o mesmo e umas boas férias :) Beijinho

Dicury disse...

Parabéns lol <-)

Sei que já vao atrasados mas creio também que vao muito a tempo.

Até porque, Olinda, uma rapariga como tu estará sempre de parabéns pelas escolhas que te levaram a ser a pessoa linda que és hoje hehe =P

Obrigado Olinda por seres quem és e partilhares isso com o Mundo. A tua beleza passa para cá com uma eficácia estrondosa.

De ve ser por isso que te chamas OLINDA, as pessoas olham, lêem-te, sentem-te de alguma forma e refletem emocionadas: "Oh, que Linda!"
Parabéns, OLinda!!! ;o)

Olinda Cristina disse...

Diogo...que ternura!!! Sabes que até já gosto do nome Olinda, de que nunca tinha gostado??? Sempre fui tratada por Cristina, por não gostar de Olinda, e agora...Things change! Obrigada e um abraço daqueles apertados :))))