quinta-feira, 1 de novembro de 2012

30.000 VISUALIZAÇÕES. OBRIGADA.

Hoje, ou melhor, ontem, o Pedro Quitério num comentário ao último texto deu-me os parabéns pelas 30.000 visualizações deste blog. Quero agradecer ao Pedro, por ter sido ele a lembrar-me disso e por ser um assíduo comentador deste blog. Foi a primeira vez que fiz amizade com alguem sem conhecer pessoalmente. Apesar de conhecer bem a filha Rita, ao Pedro não conhecia. Começamos por nos tratar por você, depois por tu, e finalmente conhecemo-nos em pessoa. A sua amizade é uma das bençãos da minha vida. Ainda esta semana tive uma prova disso. E começo por falar nisto porque é elucidativo das bençãos que este blog me trouxe.

Comecei por não querer escrever. Muito menos num blog. Depois não o queria divulgar. E foi aí que conheci a Lurdes Jóia, que foi a primeira comentadora anónima deste blog, e materializou assim o pedido que eu tinha feito ao Céu, de me mostrar através de um comentário anónimo que eu tinha mesmo que divulgar. Eu, que nunca tinha feito pedidos destes porque o Céu não anda a nosso bel prazer, mas a minha resistência a divulgar era tanta que resolvi arriscar esse pedido. São muito os textos em que falo da amizade que cresceu entre mim e a Lurdes, que foi outra grande benção na minha vida e hoje há-de ser uma das pessoas com quem vou brindar a este número. Sim, porque se brindei com champagne nas 3.000 visualizações não deixarei de o fazer agora que o número se multiplicou por dez.

E as bençãos não pararam de me chegar através deste blog. Através de TODOS os comentários que fui recebendo e através do feed back de pessoas que encontrava e me falavam do blog sem que eu imaginasse que o lessem. Ainda há dois dias atrás recebi um dos mais lindos emails que já li na vida, de alguem que contava o efeito que o último texto tinha tido em si, tal como se tivesse feito uma terapia comigo.

E ontem, ontem, recebi outro dos mais importantes emails que já recebi. Do Diogo, a quem quero agradecer aqui publicamente e dar-lhe os meus parabéns por ter tido a coragem de tomar uma das decisões mais dificeis que se pode tomar na vida. Pelo que me contou, a minha resposta a um comentário dele teve uma sincronicidade espantosa com essa decisão e saber disso deixou-me muito feliz. Mais feliz ainda porque nunca respondo aos comentários sem sentir que é o momento de o fazer. Nunca percebi porque é que fazia diferença ser num dia ou ser no outro, já que normalmente me limito a agradecer, e agora percebi.

E agora reparo, que curiosamente ontem recebi a visita surpresa da Claúdia Raimundo que foi outra comentadora assídua deste blog e que me emocionou tantas vezes.

A todas as pessoas que me lêem eu agradeço. E por todas, todas tenho um carinho especial. Agradeço muito especialmente aos que me acompanham mais de perto, deixando comentários não só no blog mas também na minha página do Facebook. Enchem-me de alegria e felicidade, e muitas vezes, de surpresa também.

E por falar em alegria, não quero deixar de partilhar o que me aconteceu há três dias atrás. Ao fazer uma extensa caminhada pelo passeio marítimo de Algés, num determinado ponto Jesus voltou a desafiar-me para dançar. Desta vez senti-me menos inibida, aliás nada inibida porque para meu alívio não estava ninguém perto. Mas quando vi que o comboio se estava a aproximar e que a linha era apenas a três metros de mim, retraí-me e ainda o comboio estava a passar e já Jesus estava a dizer-me: "As pessoas que vão neste comboio e te estão a ver gostavam de ter a tua alegria. Por isso, tens vergonha de quê?"

E isso fez-me lembrar de um episódio de há alguns anos atrás em que numa festa, uma amiga de uma amiga minha me ouviu rir. Veio ter comigo e disse-me que dava tudo o que tinha para se rir como eu. Naquele momento tive uma epifania. Porque aquela senhora tinha tudo o que eu durante a maior parte da minha vida achei que precisava para ser feliz. Sobretudo todo o dinheiro. E afinal ela era tristíssima e era capaz de dar tudo para se sentir como eu. Dei-me conta de que eu já tinha tudo o que precisava e não sabia.

Minutos depois do comboio passar e da dança acabar, já tinha eu retomada a caminhada normal, Jesus disse-me para parar, sentar numa das muitas pedras que ladeiam o passeio marítimo e olhar para trás para ver um efeito de sol de que eu ia gostar. Não estava sol. Mas de repente uns raios furaram por entre as nuvens escuras e formou-se uma linha luz prateada no horizonte.



Mais uma comoção. Antes de me levantar Jesus disse-me para estar atenta às pedras e ao que estava escrito nelas. À minha volta nenhuma pedra tinha nada escrito. Quando me levantei vi que a pedra onde estava sentada tinha escrito o numero trinta e seis. O que queria isso dizer? Que significado teria aquele número? Não fazia a mais pequena ideia. E fui a conjecturar sobre isso enquanto continuava a caminhar e eis senão quando reparo nesta pedra:


Incrível. Incrível. Fiquei ali a rir-me, a rir-me, arir-me para Ele, comovida feliz da vida. E quando cheguei a casa não parava de falar nisso à Lena.

Comecei este texto para agradecer a quem me lê, pelas 30.000 visualizações, e afinal não parei de escrever. São sete horas da manhã e não dormi. Porque quando peguei no computador para começar a escrever, cerca da meia noite, senti que hoje tinha que mudar a imagem do blog. Não me dava jeito nenhum ser hoje, mas percebi que tinha mesmo de ser. Há que tempos que andava a intuir que ia ter que fazer isso, mas até me dava um frio no estômago pensar como o ia fazer, porque criar a imagem inicial do blog me deu uma trabalheira imensa e já nem me lembrava de como é que se fazia. E assim foi, estive desde a meia noite até agora a trabalhar nisto, e a foto não ficava direita de maneira nenhuma, nem depois de eu esgotar todas os metodos que achava que possiveis. Só não desisti porque senti que tinha mesmo de ser hoje. E compromisso é compromisso. Até perdi o sono. Outra coisa era que não estava a perceber porque é que tinha de ser aquela foto se o rosto até estava um bocado escondido pelo cabelo. Mas o Céu lá me fez perceber: é que naquela foto eu tenho no cabelo o sol, o sal e o ondulado da água do mar, porque tinha acabado de dar um mergulho no mar da "minha" praia... ou seja, a foto - tirada há apenas 20 dias - tem a minha energia. Bem, mas agora que está tudo, vou dormir. Feliz e contente.

OBRIGADA. OBRIGADA.



10 comentários:

Filipa disse...

PARABÉNS PARABÉNS!
Bjinhos

Sílvia disse...

UAU! Que linda!!!! É a imagem da felicidade, literalmente, nem parece real!

Parabéns, Olinda, pelas 30.000 vizualizações, realmente ter coragem para fazer um blogue assim deve ser muito muito difícil, mas depois é só bênçãos!

Admiro-te muito, beijinhos :))))))))

José Miguel Amaral disse...

Parabéns, pelo grafismo, também gostei mais desta foto.

Para mim, o que me toca mais, o que me emociona mais, até as lágrimas me caem dos olhos, são estes sinais (a mensagem na pedra, os raios de sol...).

Gostei muito do texto, um dia quero conhecer essa energia, ou melhor reconhecer, sinto falta...

Beijinho de Luz.

Miguel

Pedro Quitério disse...

Fiquei todo vaidoso e "inchado" de ter sido eu a chamar a atenção pelo número de visualizações...

Reparei logo nas mudanças das imagens, a tua e a do blog.
A tua, para quem te conhece, é verdadeiramente o espelho da tua energia...
A do blog sente-se mais "Celeste" que no fundo é a quem pertences, tu e todos nós.

É mais um texto a que nos habituaste, sincero, humilde, e transparente. O diálogo relatado e a pedra está por demais... até parece impossível de acontecer, só mesmo contigo...

Também eu quero aqui, mais uma vez e publicamente, agradecer ter descoberto a tua energia contagiante e a ajuda que dás aos que te acompanham nas tuas palavras, imagens e emoções que provocas.

A Força está literalmente contigo, cada vez mais....

Abraço e obrigado
PQ

Lena disse...

Agora que estás literalmente perto nunca sei o que escrever como testemunho porque já te disse tudo pessoalmente.
Mas a imagem está muito melhor. Mais natural, mais expontânea , mais feliz.
A imagem do Blog está muito bonita.
Parabens daqui até ao teu atelier...

Lurdes JC disse...

Obrigada e parabéns...
Resolvi escrever este comentário enquanto me desloco no comboio e está exactamente neste momento em Algés... Abrandou... Vejo o bugio ao longe, daqui a pouco o harmony, e do outro lado a liberdade plena, dos braços do Cristo Rei. Desde que estive de ferias no harmony, o Cristo Rei adquiriu dentro de mim um lugar muito especial... Não sei explicar, só sentir. Estou parada em Algés onde brindámos e festejámos as viualizaçoes e não só... Onde nos divertimos e rimos... Passo gora ao lado do harmony, lá está ele... Cheio de luz... Aceno internamente ao Cristo Rei... Agradeço lhe a maravilhosa experiência do sentir... E continuo...
Um Gd bj amiga e parabéns
Lurdes Jóia

Diogo disse...

.....(pausa silenciosa acompanhada de um suspiro de comoção)

Oh Olinda... Até fiquei com tonturas - literalmente - ao ler que te referias a mim. <,-)

Não consigo bem descrever o que sinto... neste momento... Posso é dizer que sinto um carinho e admiração especial por ti, pela blogger ímpar que te tornaste, claro, mas principalmente pela tua energia tão capaz de chegar até ao outro lado do ecrã e pela importância que foste gradualmente ganhando na minha vida. =)))

Parabéns, claro, pelas 30000 visualizações! Embora isso me pareça seja apenas um mero reflexo, uma consequência, do caminho e da atitude de partilha autêntica com que te tens vindo a expôr por aqui.
O que me leva a perguntar-me...:

Estarão as bênçãos sempre a acontecer? E será a nossa atitude na vida que vai definir a maneira como elas nos tocam ou não?
Fica no ar a questão <-)

Concluo, desejando te muitas felicidades para ti e para este blog que muito bem faz à vida. hehe

PS: Ah! já me esquecia! Acredites que a 1ª coisa que saiu de mim mal entrei neste renovado blog e vi a tua fotografia encantadora foi: "WOW"
Mesmo!
Beijinhos ;o)

Olinda Cristina disse...

OBRIGADA Filipa, Sílvia, Pedro, Miguel, Lena, Lurdes e Diogo!

Gosto tanto, mas tanto, de vos saber por aqui e as vossas palavras encheram-me de genuína felicidade!! Que extraordinário ter-vos como amigos!
E tu Lena, estares a escrever a poucos metros de mim, sem eu dar por nada :))) e chamares o "meu" atelier ao espaço de trabalho da Pam-Poila é mesmo um indicador de que algo em mim está a mudar- Oh meu Deus, mais mudanças...lol

Para cada um de vós o beijo maior que já recebesteis (lol) na vida!!!!

Liliana Barbosa disse...

Olá Olinda,

muitos parabéns! Acabei de ler esta mensagem e estou muito feliz por ti. Pelas bênçãos que vives e pela tua coragem.

Obrigada pelos teus ensinamentos.

Um grande beijinho,
Liliana Barbosa

Olinda Cristina disse...

Liliana!!!!! Que bom estares aqui :))) Fico muito feliz. O que mais gosto em ter um blog é encontramo-nos por aqui :))) E é a tua estreia em comentários... Obrigada Liliana e mil beijinhos para ti.