quarta-feira, 12 de outubro de 2011

SINCRONIA

Nem de propósito, um dia a seguir ao último texto, ou seja ontem, conheci uma pessoa com um mapa astrologico muito parecido com o meu. Mais velho 2 anos. Em depressão profunda desde sempre, segundo ele. Profundamente céptico, também desde sempre. Esteve cerca de 6 anos sem sair de casa. Só há 6 meses começou a melhorar e a deixar a medicação, quando começou a colocar a hipótese de existir uma força superior a ele.

Atribui a depressão a um vazio indescritível e inexplicável que sempre sentiu. E que o fez desejar a morte muitas vezes.

Quando se despediu disse-me que eu era a primeira pessoa como quem falava que o compreendia e sabia o que se passava com ele. E que até ontem, nem ele sabia.

Sorriu porque algo se acendeu dentro dele: se eu sobrevivi ele também pode sobreviver. E se eu agora vivo e não sobrevivo, ele também pode viver.

2 comentários:

Lurdes disse...

Mais uma vez vens com este texto, dar-nos outro ensinamento de vida. O teu Blog tem sempre experiências, que são transmitidas de coração a coração.
Ao leu estes textos, sinto-os como um bálsamo não chinês mas do céu.
Esta é medicação mais bela e natural que se pode desejar, o teu blog e a sincronia com quem o visita.
Vivo e agradeço por nos mostrares tantas portas, que podemos abrir ou não... Com a tua experiência de vida e a tua transmissão.
(não exagero, não...)
Bj gd

Lurdes disse...

http://www.youtube.com/watch?feature=iv&v=cvrrgRQAjEU&src_vid=yG7334OWRkg&annotation_id=annotation_312363